Blog da SSCA

A Importância do Fundo Fixo de Caixa

Importância do Fundo Fixo de Caixa - Blog da SSCA

O objetivo do chamado “fundo fixo de caixa” é fazer frente a uma necessidade cotidiana de caixa das empresas de menor porte.

Os gastos diários de uma empresa podem representar um montante expressivo ao final de um ano, por esse motivo, é importante adotar um mecanismo de controle para esse tipo de despesa.

Neste post vamos explicar com detalhes como o fundo de fixo de caixa pode ser uma solução simples e eficiente para o controle dos pequenos gastos da empresa. Acompanhe!

Como funciona o fundo fixo de caixa?

O fundo fixo de caixa pode ser usado como um eficiente sistema de controle, porque ele se destina a realização de pagamentos de pequenas despesas do dia a dia das empresas.

O sistema é simples, requer apenas o provisionamento das despesas durante certo período e o valor correspondente é então disponibilizado para o profissional responsável.

Como é de se esperar, para que o controle seja efetivo, é preciso controlar as saídas por meio de prestação de contas do valor disponibilizado.

Após isso, é feita a reposição desse valor para um novo período igual ao anterior. Vale ressaltar que esse controle pode ser aplicado para todas as despesas de pequeno porte.

As pequenas despesas causam um grande impacto no orçamento, por isso essa medida simples, pode resultar em ganhos expressivos ao final de um ano.

Importância do Fundo Fixo de Caixa - Blog da SSCA
A Importância do Fundo Fixo de Caixa

Relatório de Caixa

Os pagamentos efetuados com recursos do fundo fixo não são contabilizados quando ocorrem, mas registrados no Relatório de Caixa.

Assim, o saldo disponível para as despesas do dia a dia, não muda nunca, e deverá corresponder ao dinheiro disponível em caixa, computando-se também o valor total dos recibos dos pagamentos realizados e não reembolsados.

Feito isso, no momento de realizar o levantamento do balanço, deverá constar no fundo fixo, o valor correspondente em dinheiro.

Mas lembre-se, devem ser contabilizados os valores dos comprovantes das despesas realizadas.

O valor do fundo fixo de caixa, deve contar ainda com uma verba extra para imprevistos.

Mas não se esqueça de sempre disponibilizar um valor fixo para recompor o fundo fixo de caixa periodicamente.

Um grande benefício que esse sistema oferece é a redução da quantidade de registros contábeis.

Isso ocorre porque os débitos são feitos em contrapartida, respeitando-se o regime de competência.

Assim, os períodos em que as despesas foram realizadas não se confundem e a organização financeira se torna mais eficiente.

Além disso, a adoção desse sistema otimiza o tempo gasto com contabilização de despesas.

Outra utilidade importante é a separação dos gastos fixos, como material de escritório, por exemplo, de outras despesas frequentes.

Uma dica importante é eleger uma única pessoa para ser a responsável pela gestão do fundo fixo de caixa, porque assim fica fácil controlar o valor e o tipo de gasto.

Dessa forma você consegue ter uma visão clara de “quanto” e “no que” está gastando.

Conclusão

Este sistema de controle, também chamado de “caixinha” é menos burocrático, e pode ser estipulado em período que atenda às necessidades de fluxo de despesas da empresa, ou seja, mensal, quinzenal ou semanal.

Priorize a organização financeira do seu negócio, esse planejamento deve fazer parte das estratégias de gestão, pois isso permite ter um controle preciso dos gastos, além de ajudar a identificar oportunidades de redução deles.

Gostou de saber mais sobre a importância do fundo fixo de caixa?

Se você ficou com alguma dúvida e tem interesse em saber mais sobre o assunto, entre em contato conosco! Será um prazer atendê-lo!