Blog da SSCA

A Governança Corporativa e a ISO 37000

Conheça a norma ISO 37000 de Governança Corporativa - Blog da SSCA

A Norma ISO 37000 publicada recentemente reflete uma forte tendência do mundo corporativo em adotar boas práticas de Governança Corporativa.

Os principais pontos da norma versam sobre Governança de Riscos (ISO 31000), Ética, Controles Internos, Compliance e Auditoria Interna.

Neste contexto, valores como ética, transparência, responsabilidade social e ambiental previstos em declarações importantes como a Business Roundtable e o Manifesto de Davos, tem refletido os propósitos em comum das empresas na Quarta Revolução Industrial.

A ISO 37000 foi criada pelo comitê técnico ISO / TC 309, Governance of Organizations, ligado a BSI – British Standards Institution, órgão nacional de normalização do Reino Unido.

Importância da ISO 37000

A importância da norma decorre do fato de se tratar do primeiro referencial mundial para Governança Corporativa nas organizações, representando um novo paradigma e consolidando práticas importantes e eficazes para garantir a sustentabilidade dos negócios a longo prazo.

A ISO 37000 é a primeira norma global sobre Governança, aplicável a todas as organizações, independentemente de qualquer fator como porte, localização, finalidade ou estrutura.

Além disso, a norma esclarece conceitos de boa Governança, defendendo a implementação de um sistema centrado nas pessoas por meio do qual uma organização é dirigida, supervisionada e responsabilizada.

Esse sistema visa adotar um parâmetro básico de Governança, segundo o qual, para que uma empresa alcance o seu propósito deve agir de maneira ética, transparente em suas decisões e responsável social e ambientalmente como premissa.

A Governança Corporativa e a ISO 37000

A norma estabelece as funções a serem desempenhadas pelos órgãos diretivos e a administração, unificando a linguagem e as práticas aplicáveis a todos os tipos de empresas e instituições em nível global.

Conheça agora os principais pilares da ISO 37000:

  • Propósito e valores;
  • Engajamento de stakeholders;
  • Liderança e responsabilização;
  • Governança de riscos, supervisão e garantias.

A partir de agora, as organizações serão avaliadas em sua gestão de acordo com a implementação e manutenção desses pilares, incentivando a criação de um sistema integrado de gestão de riscos.

Vale frisar ainda, que segundo a norma, o corpo diretivo é responsável pelas ações e omissões da organização e, por este motivo, os órgãos diretivos devem definir funções e responsabilidades e contar com um sistema eficaz de prestação de contas e emissão de relatórios periódicos.

A ISO 37000 estabelece ainda que os líderes devem definir o tom da cultura da organização (Tone of The Top) de maneira clara e ética, considerando a privacidade dos dados em todos os seus princípios norteadores.

Conclusão

A ISO 37000 é representa um importante avanço em nível mundial em prol da sustentabilidade, competitividade, transparência e perenidade dos negócios ao redor do mundo.

As práticas abordadas na norma devem ser implementadas por todas as empresas neste novo cenário para que o negócio prospere a longo prazo.

Gostou de saber mais sobre a Governança Corporativa e a ISO 37000?

Se você ficou com alguma dúvida e tem interesse em saber mais sobre o assunto, entre em contato conosco! Será um prazer atendê-lo!